fbpx

O que se tem passado nos últimos anos?

Dez 8, 2020 | Clima, Notícias

Com a ocorrência de episódios mais fora do comum a nível de temperatura e precipitação, toda a gente começa a aperceber-se das alterações do clima.

Apesar da maior parte das pessoas começar a associar certos fenómenos mais extremos às mudanças do clima, não se deve falar de mudanças climáticas quando queremos retratar episódios extremos isolados.

Nos climas das latitudes subtropicais, como o nosso, é normal a ocorrência de variações inter-anuais muito vincadas, com anos de seca seguidos de anos de chuvas, anos mais frios seguidos de anos mais quentes.

As mudanças climáticas são alterações a longo prazo  e permanentes no comportamento da atmosfera, de tal ordem que alteram o estado do tempo que observamos durante o ano ou durante as estações do ano.

Estivemos a averiguar de forma breve as tendências mensais e as alterações na circulação atmosférica entre os anos 50-60-70-80 e os últimos 20 anos, de modo a oferecer aqui alguma luz no que toca ao tipo de mudanças climáticas que temos sofrido cá em Portugal.

Apesar de ainda não haver uma mudança climática definitiva, para lá caminhamos.

 

” Há de facto uma tendência para flutuações mais acentuadas e mais episódios extremos, assim como mudanças nos padrões médios de circulação atmosférica ao longo do ano.”

Durante o INVERNO existe uma tendência geral para que as áreas de alta pressão sejam mais influentes sobre a Europa, Península Ibérica e Mediterrâneo.
Ou seja, a longo prazo, se estas condições se mantiverem, poderemos esperar Invernos  cada vez mais secos e  com especial subida nas temperaturas máximas, noites mais frias, com mais situações de fluxo de leste/sudeste, com aporte de ar seco.

Durante a Primavera as tendências são menos claras a nível da precipitação, mas há um sinal de eventual subida ligeira nos últimos anos em especial em Abril.
No que toca ás tendências de temperatura apontam para uma clara subida em especial no mês de Maio.

Por outro lado, entre o VERÃO e o OUTONO as tendências, apontam para mais influência de circulação de sudoeste.

Esperamos assim, caso este padrão se mantenha, os Verões sejam mais húmidos, com mais episódios de trovoadas.
As temperaturas tenderão a oscilar mais entre episódios de calor com origem Africana e episódios de tempo mais fresco por influencia do ar marítimo.
Os Outonos serão bem mais quentes, mas também com maiores possibilidades de eventos extremos a nível de precipitação, tais como trovoadas severas ou ciclones com origem tropical ou subtropical.

No global, observamos uma subida da temperatura média anual, mais ondas de calor, menos anos chuvosos no sul e pouca variação na precipitação no norte.

Esta análise é um pouco superficial, visto que não temos assim tanto tempo para um estudo mais exaustivo, mas de forma geral é este tipo de evolução que podemos esperar no futuro, embora haja sempre possibilidade que estes regimes se alterem devido a outros fatores que não quantificámos.
De resto, estas conclusões vão de encontro com resultados de alguns papers/estudos que há por aí na literatura da especialidade.

 

Veja aqui outras previsõesanálises e/ou notícias.

O que se tem passado nos últimos anos? Clima de Portugal em mudança.
O que se tem passado nos últimos anos? Mais eventos de tempo extremo.
O que se tem passado nos últimos anos? Alterações nas estações do ano.
O que se tem passado nos últimos anos? Menos anos chuvosos no sul.
O que se tem passado nos últimos anos? Mais irregularidade no clima.

Veja

Contacte-nos

Ajude-nos a manter este conteúdo gratuíto

Agradecemos, dessa forma, todos os donativos que nos chegarem.
1€ quem puder, faz toda a diferença!

Veja aqui também…

Condições de surf extraordinárias

Dia 28 de Janeiro a ondulação ( swell ) gerada por uma baixa pressão no Atlântico irá conjugar-se com condições de vento favoráveis em alguns spots.-Previsão geralA ondulação ( swell ) gerada pela passagem de baixas pressões no...

read more

Previsão do tempo para a semana

"Semana 25 - 30 JAN - Chuva e vento nos Açores, novo temporal Atlântico no Continente e tempo estável na Madeira. "— Continente A previsão para esta semana aponta para a influencia de um fluxo oceânico, e chega ade uma nova tempestade...

read more

Tudo interligado

Tudo no planeta está interligado, a teia de interacções nos sistemas naturais e humanos mantém o planeta como o conhecemos.Atmosfera é fluída e está sempre tudo interligado. Incêndios massivos, que todos os anos surgem nos EUA, Sibéria...

read more