fbpx

Tempestades atlânticas extratropicais e ciclogéneses explosivas, o que são?

Nov 30, 2020 | Clima, Notícias

“As tempestades extratropicais são um tipo de ciclone ou depressão que se forma fora dos trópicos.”

Outra característica é estes sistemas estarem associados a fortes correntes de jato, áreas de ventos fortes em altitude que se encontram nas fronteiras entre as massas de ar polares e as massas de ar tropicais.
As correntes de jato em altitude quando se posicionam de forma favorável, e interagem com uma dessas áreas onde há choque de massas de ar, facilitam a formação de correntes ascendentes de ar, que ao subir geram uma diminuição da pressão aos níveis inferiores, e consequentemente ciclones ou núcleos de baixas pressões.

Ao contrario dos furacões, que se formam em ambientes de muito calor e pouco vento, quando grupos de trovoadas se organizam em torno a um vórtice central, nas tempestades extratropicais muitas vezes temos ventos intensos mesmo antes da formação da tempestade, não sendo necessário haver trovoadas ou águas quentes para as alimentar, embora caso haja ocorrência de águas quentes e de trovoadas, a sua presença possa ajudar a dar mais energia e intensidade aos ciclones.

“Este tipo de sistemas de tempestade retira a sua energia a partir da colisão de massas de ar com diferentes características, formando frentes, onde essas massas de ar chocam.”

Em alguns casos os ciclones extratropicais podem adquirir características tropicais ou vice-versa, e nesse caso falamos de ciclones híbridos ou subtropicais (de forma resumida e simplificada).

Os ciclones dentro desta categoria que são mais perigosos são os em fase de intensificação rápida, ou em ciclogénese explosiva.
Quando numa fase de intensificação rápida, estes sistemas são muito vigorosos e podem gerar ventos com força de furacão, chuvas fortes e todo o tipo de situações de tempo severo.

Para que ocorra uma ciclogénese explosiva é necessário uma conjugação perfeita de ingredientes.
É preciso que uma massa de ar húmida e quente, choque com uma massa de ar mais fria, polar, de forma bastante direta, formando um sistema frontal.
Ao mesmo tempo que isto ocorre, uma forte corrente de jato deverá aproximar-se, e vir acompanhada de ar bastante frio em altitude. Divergência em altitude é ideal para facilitar a subida rápida de grandes volumes de ar (que ao subir arrefecem e condensam).

A presença de ar frio em altitude facilita a formação de nuvens e gera aquilo que se chama instabilidade termodinâmica, sendo que fortes ventos ascendentes “sugam” o ar que vem desde as camadas inferiores, impulsionado pelo choque do ar frio e do ar quente (podemos comparar um pouco a abrir a tampa de uma banheira ).

As ciclogéneses explosivas ocorrem com alguma frequência por ano no Atlântico Norte, são mais comuns ao largo da América do Norte, quando grandes massas de ar polar vindas do Canadá chocam com ar quente tropical, aquecido pela corrente do golfo.

É considerado ciclogénese explosiva quando a pressão no centro da depressão/ciclone desce de forma considerável, 24 hPa/mbar em 24 horas, às nossas latitudes.

Do lado Europeu estes fenómenos costumam ser menos frequentes e geralmente de dimensão menor, embora as intensidades possam ser semelhantes.

Portugal costuma ser atingido por sistemas deste tipo algumas vezes por década, geralmente um a cada 2 ou 3 Invernos têm um episódio deste tipo.

Veja aqui outras previsões, análises e/ou notícias.

Tempestades atlânticas, o que são.
Tempestades na Europa.
Tempestades em Portugal.
Tempestades, como se formam?
Tempestades atlânticas e furacões, quais as diferenças?

Veja

Contacte-nos

Ajude-nos a manter este conteúdo gratuíto

Agradecemos, dessa forma, todos os donativos que nos chegarem.
1€ quem puder, faz toda a diferença!

Veja aqui também…

Previsão: Risco de inundações

"Aguaceiros e trovoadas durante os próximos dias. Risco de cheias e inundações." — Aguaceiros e trovoadas por vezes fortes e com granizo. Ao longo dos próximos dias teremos condições de instabilidade causadas pela passagem de sistemas...

read more

Poeiras e alergias

"Até dia 31 de Março teremos condições de fluxo de leste/sueste, com transporte de poeiras em suspensão, polenes, e possibilidade de trovoadas. "— Aumento da concentração de poeiras e pólen. Agravamento da qualidade do ar. Durante os...

read more

Perturbação trará agravamento do estado do tempo

"Tempo localmente adverso, chuva, possibilidade de trovoadas  com granizo e vento por vezes intenso." — Nova perturbação atmosférica posicionada entre a Madeira e a Península. A partir de dia 26 teremos a evolução de um sistema de...

read more

Explicação sobre a tragédia do Pedrogão

"A tragédia do Pedrogão Grande foi um dos eventos meteorológicos/ambientais mais extremos registados em Portugal"Deixamos aqui uma explicação sobre a tragédia do Pedrogão. Calor extremo e trovoadasCom mais de 24h de antecedência, no...

read more

Previsão de trovoadas

"Trovoadas localmente fortes no Centro e sul. "— Trovoadas, granizo e inundações. Esta semana será marcada por condições de alguma instabilidade atmosférica, com aguaceiros e períodos de precipitação. A partir de dia 24 à tarde teremos...

read more